15 de novembro de 2013

E O 'POST' MAIS METE-NOJO DA BLOGOSFERA É...

... o da fantástica Catarina do Ties! Vivaaaaa!


Pois é, esta super-querida tem bastante mais jeito para tirar fotografias do que para botar faladura. Das raras vezes em que se abalança a escrever mais do que um raquítico parágrafo, como é costume nos 'posts' tão elementares em termos verbais que publica com regularidade, eis que mete logo água. E que água... Uma enxurrada! Ora leiam (clicando para ampliar):


Desculpe? Como diz? Que no hospital público onde se viu obrigada a ir, coitadinha, a médica a "escolheu" em pleno corredor para ser paciente dela ao "vê-la entre mil etnias diferentes"? E que ficou (a médica, note-se) "radiante" com tal honra? Oh, que maravilha! É realmente um privilégio poder servi-la e prestar-lhe vassalagem. Olhe, e a menina de que etnia é que é? Caucaburriana? Ah, logo vimos. Isso explica a preferência. Em face das ciganas, e africanas, e brasileiras, e romenas, e moldavas, e isto, e aquilo, que infestavam o Sta. Maria (credo, aquilo estava cheeeeeio de poooooovo!), a menina é realmente a fina-flor das etnias. Ao lermos coisas como o que escreveu, quase ficamos com vontade que houvesse uma eugenia ao contrário, de modo a calar todas as caucaburrianas como a menina, sua jóia.

Sabe, sua querida, ser cidadã do mundo é começar por aceitar todos por igual. Diz-lhe aqui o Tio Dolce, que já correu muito mundo! Não basta pôr um miúdo negro uma vez por outra a "fazer de conta" e a armar à Benetton nas produções fotográficas para os lookbooks.

Sempre vossos,
Dolce e Bichana

134 comentários:

  1. Ahahahahahahahah, que riso! Estas meninas com vidas cor-de-rosa não se tocam, credo :)))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sim, julgam-se o centro do mundo mas, às vezes vão cair, imaginem... a um hospital público! mas mesmo aí, são eleitas, disputadas e, quase lhes pedem desculpa por o espaço não ser cor-de-rosa.

      Eliminar
    2. aposto que foi para SM porque não tem tusto para ir para a Luz, ou CUF. E depois diz que os hospitais públicos são melohores AHAHAHAHAHAH

      Eliminar
  2. jeito para as fotos?
    acho que ainda não entenderam a formula
    crianças loiras e toca de as fotografar vezes sem conta se não for imediato o sucesso juntar-se a outra blogger mais famosa ajuda.
    agora esse texto jazus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ela pode ter sido montanhas de estúpida neste post, mas temos que admitir que há fotos bem giras no blog dela.

      Eliminar
    2. se as crianças fossem feinhas ninguém ia achar isso
      gente crianças de cabelos loiros encaracolados e se tiverem olhos azuis, ta feito (ela não é a única, aliás anda ai uma que tem loiras e são feiotas)

      Eliminar
    3. O preconceito étnico é realmente muito forte no que toca às fotografias de crianças. O protótipo do bebé Cerelac é o do bebé loiro de olhos azuis. O que é estúpido é algumas pessoas pensarem que os rebentos delas, lá por serem loiros, são bonitos. Há loiros feios, tal como há morenos e ruivos feios, mas há-os bonitos de todas as cores!

      Eliminar
    4. Isso dito por uma loira com olhos azuis não tem grande fundamento

      Eliminar
    5. Claro k tem. Ela sabe k apesar de loira é feia ahahahahahah

      Eliminar
    6. Cláudia Simões por ex. é loira e feia. Também as há.

      Eliminar
    7. Cláudia Simões é loira e linda! Direi mesmo mais! É deslumbrante e eu seria muito feliz se ela fosse minha namorada ou minha mulher.
      E para as aventesmas tenho a dizer que estou mesmo a falar a sério.

      Eliminar
    8. A Claudia Simões tem toda a razão!

      Eliminar
    9. Tb axo. Ela em geral tem opiniões c k concordo

      Eliminar
  3. Respostas
    1. não é só ser estúpida, é ser pretensiosa.

      Eliminar
  4. Sigo este blog já há algum tempo mas nunca tinha comentado. Desta vez não podia deixar de o fazer.
    O que essa tal Catarina disse é um escândalo. Mostra uma falta de formação e educação gigante. Como é possível ? Andam armadas em meninas bem, mas depois são apanhadas nestas pequenas coisas.

    Catarina

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. P.S.- Também trabalho num hospital público e DUVIDO MUITO que algum dos meus colegas dissesse uma coisa dessas:"Aquela é minha."
      Enfim.

      Catarina

      Eliminar
    2. É verdade sim senhor porque ela é especial. Tanto que não enbarrigou como as plebeias e foi por obra e graça de um anjo desconhecido.

      Eliminar
    3. Também sou colega e tive os meus dois filhos no público (MAC). Acho que fui tão bem tratada quanto as outras mães (com outras nacionalidades ou etnias). Se por ventura um ou dois funcionários foram mais rudes, foram-no para qualquer outra mãe. Esta "querida Catarina" já que gosta de projecção (através do seu blog) deveria saber que existem coisas que não se pensam... quanto mais escrevê-las em local público. Deixo-lhe um conselho... não seja xenófoba que não lhe fica bem. Conheceço várias pessoas de diferentes etnias e /ou nacionalidades que concerteza valem bem mais que a Caucaburriana Catarina. e quando for convidada para eventos solidários vá porque a pessoa o merece e não porque fica bem ajudar. Pobreza de espírito não lhe falta.

      Eliminar
    4. Anónima das 13:57,
      Apoiado! Também eu fui atendida no SNS, e só tenho coisas positivas a dizer. A suposta médica que atendeu esta caucasiana burra (ou como diz o Tio "caucaburriana", ahah) é uma mera ficção da cabeça oca dela. Aposto que nunca existiu!

      Eliminar
    5. Sou médica nesse hospital e posso garantir que isso seria coisa que nunca aconteceria.

      Eliminar
    6. Aproveito para dizer que e um crime fecharem a mac.

      Anónima das 13h57

      Eliminar
    7. É MAIS um crime, a somar a todos os hospitais e urgências que fecharam por esse país fora!!!!

      Eliminar
  5. A Catarina já lavava o cabelo mas era, está oleoso que doi.
    Já agora, onde está o comentário?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. http://www.ties.pt/2013/10/o-dia-da-leonor.html

      Eliminar
  6. LOL muito bom!

    Mas esse post tem mais algumas pérolas, notem:

    "Na consulta das 37 semanas a médica diz-me: "grávida tem direito a ser histérica" por isso alguma coisa que ache fora do normal, venha imediatamente! (e que remédio tinha eu? ali ninguém dá números de telefone a ninguém), por isso, a qualquer noite de contracções lá estava eu, pronta para ver se era dessa!"

    Ali ninguém dá números a ninguém, como é possível?!? Hospital público e essa médicazita, que ainda por cima ME ESCOLHEU, não me dá o número para eu a chatear a toda a hora???

    "Das duas vezes que fui às urgências com contracções, a primeira, não era nada, a segunda a médica até me disse que estava em trabalho de parto, mas com pouca dilatação e que valia a pena ir dar uma volta ao estádio universitário e regressar quando sentisse as contracções mais apertadas. Fui eu, a minha mãe (que entretanto já tinha ido para casa fazer sandes, qual ciganita, a pensar na noite que ia passar por ali),"

    Fazer sandes, qual ciganita! De facto, os ciganos são internacionalmente conhecidos pela sua aptidão em... fazer sandes! Diz-se até que o Pans&Company foi criado pelo Lello da Purificação! É vê-los, aí pela cidade, sempre com as sandochas atrás... jezuz.

    "Subir para o internamento, deixaram-me numa casa de banho que não deve ver uma lata de tinta há mais de 50 anos"

    Gente chique é assim... em trabalho de parto, mas preocupada com a decoração do hospital público onde se encontrava!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exacto, o post INTEIRO é ridículo. Mas há mais! Aliás há muitos outros, cheios de pormenores racistas, por exemplo:
      "Adoro fotografar estas CABEÇAS AMARELAS" (a saber: os filhos)

      Eliminar
  7. Esta é uma das tais Avestruzes das Tias muito chiquérrimas, muito fashion, muito snob-chique mas que não pagam à EDP, não pagam o condomínio, não pagam à PT, não pagam ao homem do talho e devem ao leiteiro e vão pela calada comer a sopa dos pobres.
    Quem não as conhecer que as compre, ou lhes dê conversa que para mim vêm de carrinho...de mão e enferrujado.

    ResponderEliminar
  8. Não conhecia o blog, fui ver o post que tem o link. Nem li metade. A mulher é burrinha sem remédio. Trabalha com "terbentinas"? E que tal espreitar o frasco, ou a lata, ou lá o que é, e aprender que se escreve "terebintinas"?
    De fugir.

    ResponderEliminar
  9. Esta, é prima do tio panisgas e neta de um Conde.
    Acham-se buéééé acima da ralé.

    ResponderEliminar
  10. O mais grave neste tipo de afirmação, feita num local público (o blog dela), mostra até que ponto estas cabecinhas ocas não têm a mais pequena noção de coisa nenhuma. Se o problema fosse só a forma (escrevem mal que só mal), ainda se fecharia os olhos, mas o problema é mesmo o conteúdo! Esperemos que críticas como estas as façam perceber alguma coisa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quem és tu para vir aqui dar lições de moral? Quem és tu? Mostra a cara, ao menos. A outra mostra-a e nisso é logo melhor que tu.

      Eliminar
    2. e tu mostras palhaço???

      Eliminar
  11. Mas se tem assim tão má impressão do serviço publico, porque não foi para o privado? Pobre e armada ao pingarelho!!!!! Como é que uma gaja consegue ser tão estúpida assim????..

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  13. E vai ter outro agora. Giro era calhar-lhe uma médica negra. Isso é que era!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ui, isso seria uma experiência traumatizante para a pobre moça!

      Eliminar
    2. ahahahah

      isso ia dar-lhe 1 susto tamanho que em vez de ter 15 filhos, ela ia ficar-se apenas pelos 8

      Eliminar
    3. Ahahah, sim, ela é do tipo Opus Dei: crescei e multiplicai-vos :)))))

      Eliminar
  14. Tem graça, as raízes do cabelo da querida mum to be estão a implorar que lhe arranquem quimicamente a etnicidade. Fôfa, está na horinha de fazer um novo alisamento, esse já era... Só pode fazer após a desova? Eu compreendo.
    As fotos até estão mais ou menos, só não levante tanto o braço, enquanto segura o chapéu de chuva com essa camisolita vestida, é que quase dá para ver a cabeça do rebento, nessas posse. O.K., querida?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Aahahaha, sim as raízes são bem árabes. Nada de germanismos.

      Eliminar
    2. E aquele capelito de chuva, que dizer? Querem fazer como viram noutras fotos de qualidade, mas falta-lhes qualquer coisa...

      Eliminar
    3. :))))))))))))))))))) Isso mesmo!
      Ou lhes falta qualquer coisa ou lhes sobra - neste caso acho que lhe sobram os... kilos! Irra que a rapariga é um pipo (e não é só por estar grávida)

      Eliminar
    4. O que eu não percebo é como é que ela põe um vestido mini daqueles estando tão horrivelmente inchada! Alguém me explica?

      Eliminar
    5. Parece saco de batatas!!!! Podres e claro!!!

      Eliminar
  15. As fotografias são muito giras. Mas esta exposição excessiva dos filhos é que era escusada. Mas coitados, ainda são demasiados pequenos para terem opinião sobre isso. Mães egoístas que põem a sua vaidade à frente da segurança e direito à privacidade da imagem dos filhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não é uma questão de vaidade!! É uma questão de sobrevivência!! ainda não reparou que TODAS, mas TODAS expõem os filhos porque depois os lucros sobre isso são inúmeros??? ;))
      Vivem à custa dos filhos!!
      Mas depois andam todas em mercadinhos de solidariedade a ajudar meninos pobrezinhos e abraçam causas super fofinhas relacionadas com a defesa dos direitos das criancinhas e com os maus tratos infantis!!! São umas ternurinhas estas mamãs giras e com ar de inocentes!!!
      Privacidade?? Sim, querem a privacidade da vida pessoal delas!! Ai não que "ele" é com cada pedra no charco!! Privacidade para os filhos é que não importa!! Enquanto renderem euros e patrocinios em roupinhas cheias de laçarotes e rendinhas abichanadas....

      Eliminar
    2. Ó cérebros torturados e estéreis, vamos lá a ver se percebem uma coisa de uma vez por todas:
      Um blogue de fotografia familiar, ou seja, de fotografia destinada a fotografar famílias, incluindo pais e filhos ou, por vezes, avós, sobrinhos, etc., tem NATURALMENTE essa componente de partilha de imagens. Ao mostrar fotografias dos seus (filhos, pais, marido e outros parentes), a Catarina está apenas, afinal, a dar o mote às inúmeras famílias que a procuram para fazer isso mesmo: partilhar imagens das famílias deles no blogue dela. E é essa GENEROSIDADE que é atraente no "Ties", tal como noutros blogues do género (o da Mariana Sabido, por exemplo).
      Que vocês escondam os vossos descendentes só para armar ao pingarelho (ai que eu sou uma mãe cuidadosa, ai que eu cá não mostro, eu cá escondo estas preciosidades, eu cá sei mais do que tu) até dá vontade de rir. Se querem mesmo privacidade, por que diabo criam um blogue, para começar? Vão mas é para as vossas casas ver telenovelas e esconder os vossos "príncipes" e "princesas" dos ladrões e do Bicho Papão.
      Ridículas!
      Um abraço da
      Maria-Não-Vai-Com-As-Outras

      Eliminar
    3. Giro é esta "Maria não sei o quê" tentar insultar para poder expôr os seus argumentos... ou a falta deles. Mas quando não se tem capacidade para mais...

      Eliminar
    4. Ó querida, quem não tem capacidade para mais é você - e isso salta à vista! Faça o favor de contra-argumentar. Força, estamos à espera. Ou será que isso é mais difícil do que atirar balelas vazias para o ar? Ah, logo vi.
      Outro abraço para si da
      Maria-Não-Vai-Com-As-Outras

      Eliminar
  16. Acho que finalmente posso ir cá dizer olá. Quanto ao post e as acusações e racismo e etc, são tão mesquinhas que não há resposta. No que toca a exposição dos meus filhos não e tema que vos diga respeito, para que se saiba o meu blog tem a finalidade de contar as histórias dos meus filhos e divulgar o meu trabalho como fotografa. Bem haja a todos os anônimos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não se diz "ir cá". Diz-se "VIR CÁ".
      Ou então, se preferir, "IR LÁ"!
      A menina devia ir para as aulas de educação de adultos, juntamente com as romenas e as moldavas. :)))))))))))))))))))))
      Ora VÁ LÁ, a ver se aprende.

      Eliminar
    2. Carissima Catarina,
      La ringraziamo per la vostra gentilezza di venire a visitare il nostro spazio, ma deploriamo che lei non cerca di sostenere e difendere la vostra posizione.
      Nella vita c'è di affrontare le critiche con coraggio, soprattutto quando si basano su fatti innegabili. E le parole che sono state oggetto di critiche sono vostre, non nostre!
      Saluti,
      Architetto Dolce Filiberto di Savoya, PhD

      Eliminar
    3. Já escrevias era num bom português...

      Eliminar
    4. ... e tomavas um banho. Que a avaliar pela sujidade desse cabelo, bem precisas.

      Eliminar
    5. ANÔNIMOS, forma brasileira da palavra ANÓNIMOS! No Brasil há MUITAS etnias, ehehe, foi contagiada no Hospital público.

      Eliminar
    6. Anônimos??? Xi cara ela é LOUCA; gentji

      Eliminar
    7. "meus filhos não e tema que vos diga respeito"- nem se entende o seu português.

      Quanto às acusações de racismo (??? xenofobia quanto muito) acho que fez bem em não se defender, visto que não tem defesa posível. Quando aos seus filhos, acha que daqui a uns anos eles vão gostar de saber que a mãe expôs a infância deles na internet ? Duvido muito. Infelizmente eles não têm outra opção.

      Eliminar
    8. Desculpe? As acusações de racismo "não têm defesa possível", ou ela (Catarina) é que não tem defesa possível já que o "preconceito" que demonstrou é por demais evidente?

      Eliminar
    9. A Catarina não tem defesa possível óbvio.

      Eliminar
  17. Racismo não.... xenofobia sim.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Desculpe: racismo SIM! Então a dita Catarina vem gabar-se das cabeças amarelas dos filhos e blá-blá, os ciganos para cima, as etnias para baixo? Que nome é que isto tem senão racismo?

      Mas claro que ela não tem o mínimo de pedalada para responder, ou argumentar, ou contestar, coitada. É bastante básica.

      Eliminar
    2. Sim, a resposta dela é incrível. "O post é tão mesquinho que não há resposta". Que pobreza! Não há resposta porque tu não a tens. E quem cala consente.

      Eliminar
    3. E cuidado!! Que se ela põe os filhos a render, o problema é dela, escreveu!! O blog é para contarhistorias dos filhos!! quais historias? as mesmas que conta nas feirinhas e aos patrocinadores?? ah ah ah ah ah
      é que tugiu nem mugiu!! E foi preciso o anónimo das 12:52 tocar na conta bancária dela para ela cá vir!!! entregam-se todas mal se fala nos tostões que rendem os muda-fraldas dos filhos!!! que vergonhaaaaaaaaa! Xenofoba e chulice parental!! :D

      Eliminar
    4. Ei, vamos lá com cuidado, está bem? Ninguém lhe come nenhum bocado dos filhos lá por ela os mostrar. Este fundamentalismo histérico de esconder as crianças e de exigir que os outros escondam as dele já mete nojo.

      Carlos Arriaga

      Eliminar
    5. Perdão, "as deles".
      C.A.

      Eliminar
    6. viver à custa da exposição das mesmas é que é bonito!!

      Eliminar
    7. e elas éque se picam todas quando se fala no assunto!! logo, entregam-se de bandeja, alguma coisa vai mal naqueles reinados qdo se fala que vivem à custa disso!! só reagem a esse estímulo, engraçado,não.? ;)
      parecem as cadelinhas de pavlov......

      Eliminar
    8. O problema não é mostrar os filhos, o problema é pô-los a render em proveito próprio. Se pode fazer isso com os próprios filhos? Pode! Só mostra é o tipo de pessoa que é!

      Eliminar
    9. Ai sim? Ora tenta então ver isto, a título argumentativo. Se ela lucra com os filhos, pode dizer-se que os filhos também lucram com ela. Afinal, eles acabam por lucrar com o nível de vida que a profissão da mãe lhes fornece. E não sofrem rigorosamente nada com isso - pois as fotos não lhes causam dano nem físico nem psicológico.

      Cá pra mim, quem mostra o tipo de pessoa que é, és tu. Ignorante, maldizente e estúpida.

      Maria-Não-Vai-Com-As-Outras

      Eliminar
    10. Pois! Mas com os outros já ias! :)

      Eliminar
    11. deve ser cá ter um lucro com as sessões de preço de amiga, deve deve

      Eliminar
  18. Digam-me que esta senhora não escreveu isto,,,digam

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O-oh, escreveu isto e muito mais. E vai continuar a escrever, a avaliar pelo 'post' que publicou ontem, a fazer referência indirecta ao que aqui se passou. Mesmo depois de ter lido isto tudo - e bem se deve ter contorcido - continua na dela. Sobre a xenofobia, claro, nem uma palavra. Também, como pode ela salvar a face? Só se apagar o post em que disse estas alarvidades, o que toda a gente ia notar.

      Eliminar
  19. Catarina, eu sou um caucasiano de boa gema, não me importando, de vez em quando e por desfastio, de provar uma meridional mais nutrida e atarracada, do género transmontana ou beirã de boa cepa, como você. Ligue-me e logo se vê.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ahahahahah
      este tipo faz-me rir
      não há moçoila que aqui apareça que ele não catrapisque

      Eliminar
    2. Luís Espada, és o maior. Mas esta caucasiana não gosta que a confundam com uma beirã. O seu alter-ego faz-se ver como uma nórdica.

      Eliminar
    3. * "fá-la ver-se como uma nórdica"?

      Eliminar
  20. O blog da Catarina é dos mais interessantes e criativos da blogosfera. Mostra um trabalhos esteticamente muito agradável e com um grau de profissionalismo bastante razoável para o país em que vivemos.
    Não vejo qq problema em "mostrar" os filhos como forma de expor publicamente o tipo de fotografias que faz. Em qq país do mundo dito civilizado (ex. EUA) onde os direitos das crianças são um assunto discutido e tido em consideração, há blogs desta natureza. Não considero que esteja a explorar os filhos.
    O texto foi infeliz. Se o pensou não deveria publicá-lo. Não é "politicamente correcto".
    Ataques ao cabelo, forma física, etc, isso sim, acho totalmente desadequados. E a maior parte dos comentários incide sobre esse aspecto.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que fez uma boa súmula do que aqui se passou.

      Mas discordo quando diz que o blog "Ties" é criativo. Sorry, mas não. Tudo o que a fotógrafa faz é disparar a torto e a direito, de frente, de trás, de cima e de baixo. Não tem ponta de originalidade. O que lhe vale são duas coisas:

      1. Uma boa máquina. (Mas isso qualquer um pode ter.)
      2. Modelos queques, de crianças e de noivas, tudo das melhores famílias. Ponham-lhe à frente gente foleira e proletária e vejam onde vai parar o sucesso dela. À sarjeta.

      Eliminar
    2. Ou seja, gente da tua laia!

      Eliminar
    3. Esta Catarina é uma parola betolas, nada mais que isso.

      Eliminar
    4. 'Mostra um trabalhos esteticamente muito agradável e com um grau de profissionalismo bastante razoável para o país em que vivemos.' Esta frase diz tudo. Estou cansada de pessoas que partem do pressuposto que do nosso país não pode sair nada de bom.

      Eliminar
  21. Mas as crianças são lindas, tem que se dizer a verdade.
    Graças a Deus sairam ao pai e não à mãe que é mais assustadora do queo susto. Se à visse num beco escuro de certeza que me dava um piripaque e ia desta para melhor.
    É que é mesmo horrível, a mulher.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. QUE EXAGERO, JESUS CRISTO DOS NECESSITADOS E OPRIMIDOS! Ela até tem um rosto engraçado, com um sorriso fresco. De corpo é que é muito gorducha, com ou sem gravidez.

      De todos os comentários, este é sem dúvida o mais faccioso. E o que MENOS tem a ver com a temática do post. É um mero insulto. Toque-se, criatura.

      Eliminar
  22. "Pedir ajuda (detesto, detesto pedir ajuda), ligar à mãe para me vir ajudar na hora dos banhos, porque a minha ajudante cá em casa (a L) não pôde vir porque o filho partiu o braço. (Logo não houve compras, almoço e jantar feito, ajuda nos banhos, camas feitas, casa arrumada e limpa)"
    Em suma, parou o mundo.
    tsssss-tsssss... oh gente pequenina.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ou seja, a rapariga não sabe fazer NADA numa casa - além de tirar fotografias ao espelho, claro. ;)

      Eliminar
  23. Dada a natureza de alguns comentários e o duvidoso critério do moderador - se existe - já vi processos em tribunal por muito menos.

    Agradeçam, ao menos, a paciência da dita blogger.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ja cá faltavam estes com as ameaças do costume.
      Oiça: quem devia ter um processo em tribunal é a querida Catarina Ferreira, por incitar à discriminação xenófoba.
      Agradeça ela, pois, a paciência de todos os que a leram e estão a ler isto.

      Eliminar
    2. UFA que medo. Daqui, nós, a classe dos anónimos somos todos chamados ao tribunal.

      Eliminar
    3. Uuuuuuiiiiiiii, socorro!!!!!
      Chamem a polícia, ieh, ieh
      Chamem a polícia, ieh, lai, lai, lai!

      Eliminar
  24. Processar os anónimos ou blogers xenófobas???? Fiquei confuso?!?!? Caso se tenha esquecido também esta como anónimo. Temos medinho??? Não gosta não venha cá. Um abraço e festinhas ao cão. Cuide se

    ResponderEliminar
  25. Acho que o anónimo das 18h estava a falar mais do Dolce...ou acham que não o podem obrigar a fechar isto?

    É já nem falo deste post mas outros antes

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Outros antes?... Ah, tu deves ser uma daquelas galinhas à volta das panelas, ou um dos criativos deprimidos, aquele bucha talvez, ahahahahah

      Eliminar
    2. Não, nada disso. Eu o anónimo das 18h falo mesmo do blog dela... xenófobAs...femenino... eu sei que intrepertar não é para todos... mas podiam tentar! Oh se podiam.

      Eliminar
  26. Pode-se pôr processos em tribunal por quase tudo, até por não gostarmos da cor do cabelo do vizinho (ou embirrarmos com o peso em excesso da C), razão que contribui para os tribunais estarem atolados da forma que estão. A questão é GANHAR esses processos, meus caros. Ora tentem, e depois venham aqui contar aos anónimos como correu, ahahah!

    ResponderEliminar
  27. Nao entendo a critica, a má lingua e a falta de formação dos autores deste blogue nem da maioria dos comentadores anónimos. Posso até entender alguns posts mais divertidos que tentam realçar um ou outro bloguer mais caricato. Ainda assim, só entendo a critica se for de forma positiva e de cara aberta. Agora, o que nao entendo mesmo é que se fale da familia, se ofenda filhos, e acima de tudo que se tente manchar a parte profissional dos visados, neste caso de alguém que trabalha ( nao interessa se bem se mal) que faz pela vida e de forma honesta. O emprego é um bem precioso, e a avaliar pela disponibilidade dos autores deste blogue, o que lhes falta é um emprego que lhes ocupe a mente e deixem de ser tão mauzinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai dizer mal de "um ou outro bloguer mais caricato" está bem, mas dizer mal da Catarina F já está mal? Ah, pois.
      Acontece que a CARICATA foi ela. Os defensores da menina (sim, porque ela é tão fraquinha que nem se consegue defender sozinha) que percebam que ela é que deu o flanco. Ou achava que as pessoas andam a dormir? Que são burras? Era bom, era...

      Eliminar
    2. Anónimo das 21:27,
      Com que então, "só entende a crítica se for de forma positiva e de cara aberta"?
      Ahahahahah, esta é a melhor de todas aqui. Então diga-nos uma coisa: o que fez no seu comentário foi uma crítica, não foi? Então por que razão não a fez "de cara aberta"?

      Eliminar
    3. para o anónimo das 21:27:
      "se ofenda filhos"? Não vi nenhum comentário a ofender os filhos dela, pelo contrário, a DEfendê-los sim. E até houve quem dissesse k eram lindos :)

      Eliminar
    4. Mas por que havia de o fazer de "cara aberta" quando também Dolce se esconde atrás de um pedante e cobarde anonimato?

      Eliminar
    5. Olha, e a avaliar pela disponibilidade do autor do comentário das 21:27, também anda praí muito desempreguinho kkkkkkkkkkkk

      Eliminar
    6. o Tio Bicha nem deve conseguir dormir, de tal modo lhe ardem as orelhas
      Lolada

      Eliminar
  28. Em resposta ao comentador das 21:27, tenho eu, Anónimo da Silva, a dizer o seguinte:

    Contrariamente a ele, EU entendo muito bem a existência deste blogue. Digo mais: não só entendo, como APOIO, ENCORAJO e FELICITO! Se havia coisa que faltava nesta blogosfera de águas paradas, em que andavam todos a lamber o rabo de todos os outros - e, se não o fizessem, os comentários eram liminarmente apagados - era um blog que dissesse abertamente o que precisava de ser dito. Sem falsos moralismos, nem compadrios, nem simpatiazinhas, nem compromissos de espécie alguma. Se ainda não viram, os gatos dizem ali em cima que isto é para pôr a nu a PARVALHEIRA BLOGOSFÉRICA.

    Muito bem. Esta tal de Catarina foi parva? Se sim, merece bem aqui estar. Dêem a resposta vocês mesmos - e, já agora, que a dê também o moralistazeco* das 21:27.

    NB - * Mais um pide?...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estes pides bem que gostavam de encaixotar todos os que pusessem em causa o mundozinho deles - e das suas filhas e mulheres limitadas.
      Mas temos uma notícia a dar-lhes: isso acabou com o trambolhão que o outro deu da cadeira. Hello?

      Eliminar
  29. Não há mais comentários?

    Oh Dolce passe la à próxima que está já deu o que tinha a dar!

    Ou esta sem ideias?

    ResponderEliminar
  30. O que mais irrita é a gaja vir aqui responder com ares de superioridade. Que mega-lata!!!!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nestas idades, e nestas "classes" sociais há o instinto de superioridade mesmo que se seja vulgaríssimo em tudo o que se faz. As portas abrem-se de par em par, há aplausos a cada suspiro. Basta ver os comentários idiotas que se fazem nos blogues. Esta menina é uma delas. Vejam as Chicas Melancias, os Ateliers das Tufis, os Saídos da Concha, etc etc A banalidade é geral, mas tudo é apresentado como estrelas da criação.

      Eliminar
  31. Já repararam que nas "mães reais" dela (já para não falar nas mães empresárias, claro) não há UMA ÚNICA que seja de cor?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Vão ver, proximamente, como quem não quer a coisa, aparecer uma família maravilhosa, numa casa linderrima uma sessão com outra etnia!

      Eliminar
    2. Olhem que sim, há pessoas de cor. Refiro-me a uma criança, por sinal bem fofinha, filha de uma destrambelhada que foi para a Guiné, ou a Costa do Marfim ou lá o que diabo era, e teve um bebé com um nativo. Claro que as diferenças culturais foram tais que não tardou nada e estava ela a apanhar pancadinha da forte. E vinha escrever para o blog sobre isso! Tintim-por-tintim! E postava fotografias dos hematomas!!! Tenho pena de não me lembrar do nome do blog. Era um verdadeiro achado.

      Eliminar
  32. Eu gostava de saber porque é esta e marmota se zangaram... eram amigas tão fofinhas. Este era mais um projecto "melhor do mundo" e depois pufff!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ahahahahah
      Estão sempre CHEIAS de projectos maravilhooooooooooooosos e depois é vê-los. ZERO! Vivem de ficções. Isso até deve ter nome na psiquiatria.

      Eliminar
    2. elas são é : pira, pira, piradinhas elas estão doidonas fora da casinha
      cambada de malucas, só contam tretas, mas tambem é isso que nos diverte ou não?

      Eliminar
    3. FINALMENTE alguém que pergunta o mesmo que eu!!! Eram unha com carne e agora nem elogios para uma nem para outra.

      Eliminar
    4. MENTIRA
      A MARMOTA DAS SEMENTES CONTINUA A ELOGIÁ-LA
      E FEZ UM POST E TUDO SÓ COM ELOGIOS

      Eliminar
    5. Onde onde onde? Quero ver esse post! Já estive para lhe perguntar mas a Miss Lontra não deixa comentar no blog!

      Eliminar
  33. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  34. Há que saber que esta querida de santa não tem nada! Fui a uma entrevista de trabalho com ela e com outra blogger toda tia-chic e digo-vos já, são umas sebosas de primeira e muito mas muito mal educadas! E querem que o pessoal trabalhe à borla. Parecem muito simpáticas mas são altamente elitistas, horrível!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. pois sao
      a ties e a cocó da pureza que trabalha com ela são um nojo de pessoas

      Eliminar
    2. Pois, são daquelas que gostam de "brincar aos pobrezinhos". Ele são eventos de solidariedade, é a ajuda a criancinhas (fica seemmmmpre bem) a comprar cadeirinhas de rodas, é participar em campanhas de momento - salvar os pandas na China, etc
      Mas, na sua terrinha, vulgo o bairro onde moram, são do pior. Tudo aprendido no Colégio Avé Maria.

      Eliminar
  35. Viram o post dela hoje?

    Coitadinha, veio choramingar.

    Diz a pobre:
    "Que há quem acompanhe o crescimento deles como espectador saudável, e quem não o faça, seja por motivos que nem vale a pena falar, ou mesmo por ter uma vida infeliz."

    Está aqui a resposta para tudo: não foi ela que foi parva e escreveu um comentário xenófobo, não, que ideia! Os outros é que têm vidas "infelizes". Et voilà.

    Ahahahahah, o QI da criatura não aumenta mesmo. É aquilo e só aquilo. Vai morrer assim, tal como nasceu, sem qualquer evolução.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quem nasceu para 5 não chega a 10..

      Eliminar
    2. O que eu gostei foi ela vir agora dizer que a choraminguice não se deve a nenhum acontecimento em especial. Como se este pequeno detalhe, o de ter sido criticada neste blog, não tivesse acontecido! Ainda por cima é péssima a mentir, ahahahah!

      Eliminar
    3. Mas ela é uma "SONHADORA"!!!!!! No dizer da mãe, claro. Vocês não percebem nada ;)

      Eliminar
    4. Pois estas meninas NUNCA foram criticadas na vida. As mães, as tias os tios e afins acham-nas o máximo!

      Eliminar
    5. Oh pa! bem pode ser sonhadora. Nem ela própria imaginava que aos 27 anos teria conseguido o que conseguiu com meras patetices no blog. Ajudaram a vender "um tipo de life style". PEGOU

      Eliminar
    6. Conseguido o que conseguiu? O que é que ela conseguiu? Montar um estudiozeco em casa. OK. Ah, e ter as galinhas todas amigas da família, e as amigas das amigas, a querer ser fotografadas por ela. Grande feito, sim senhor.

      Eliminar
    7. Não são só as amigas. As pessoas querem ser fotografadas por ela para aparecer no blog. Puro instinto de imitação.

      Eliminar

Convidamos os nossos estimados leitores a exprimirem livremente as suas opiniões, nos limites porém da elegância e do decoro. Lembrem-se de que o insulto vil e raso está ao alcance de todos, mas a crítica espirituosa é prerrogativa apenas dos mais dotados de células cinzentas.

Reservamos também - e sobretudo - aos visados nestes 'posts' humorísticos (ou respetivas "personas" virtuais, pois que apenas essas são aqui objeto de sátira) o direito de resposta. Venham daí contra-farpas, que bem merecemos.

E brinquemos todos, saudavelmente, pois o riso dá longevidade, seus queridos!

Sempre vossos,
Dolce e Bichana