21 de agosto de 2013

COMO ESCREVER POESIA ERÓTICA


Ora bem, ora bem, ora bem. Acometidos por um acesso de masoquismo, eis que os Tios Dolce e Bichana foram fazer uma prospeção pelos blogs de poesia que pululam por essa Net. E, de entre as muitas pérolas encontradas, descobrimos uma auto-proclamada Pérola, que deu ao seu recanto o nome de "E era tudo muito bom." Era, perguntamos nós? E já não é? Ou "seria" (hipoteticamente), mas nunca "será" (realmente)? Bem, ignoremos esta ligeira ambiguidade verbal, pois já deu para perceber que a querida autora deste blog já está muuuuito avançada nos entas, escrevendo de memória ou sob influência de alucinações alzheimerianas.


Comecemos. O tema do poema é o desejo sexual, como se pode ver pelo título ("Cobiço-te") e pela imagem tão subtil que a Pérola amorosa escolheu para o ilustrar. Muito bem, que ousadia de tópico! Já estamos a ver que a senhora é uma grande marota, ai já já. É claro que não há assunto mais perigoso e difícil de abordar sem cair no ridículo, mas a Perolazinha não se apoquenta e lança-se na primeira estrofe:
Cobiço-te o ímpeto inesperado
de apetites gulosos.
Espere lá, espere lá, que começamos bem!... Então por que motivo é que o ímpeto dele é inesperado? O homem já não dava sinal de vida há muito tempo, era, sua querida? Ah, assim já percebemos melhor a sua imensa alegria por este acontecimento.
Cobiço-te as ondulações gemidas
do corpo firme que serpenteia.
Fazendo um duro esforço hermenêutico, lá conseguimos perceber que o corpo do amante que esta fofa arranjou ondula, geme e serpenteia. Credo, será Parkinson? Tenha cuidado, sua querida, que conhecemos muitos casos de AVCs e ataques cardíacos ocorridos durante o coito. Em matéria de cama, convém não arriscar e evitar os utentes frequentes do SNS.
Cobiço-te os beijos incontáveis
de boca sofrêga [sic] em humidade saborosa.
Ó rica, se é saborosa a sua humidade ou não cabe a ele decidir, não acha? (Os nossos estimados leitores que nos desculpem esta ligeira quebra no elevado nível da nossa prosa, mas a culpa é da Pérola, que nos provocou.)
Cobiço-te as ausências adivinhadas,
presentes orgásticos e sonhos desregradamente ousados.
Como diz?... "Ausências adivinhadas"? Então o homem ainda agora deu um ar da sua graça e já se vai ausentar? E os "presentes orgásticos" estão quase-quase, vai-que-não-vai, a transformar-se em "sonhos ousados"? Por outras palavras, a realidade está prestes a tornar-se ficção? Ora bolas! É caso para dizer que foi sol de pouca dura.
Cobiço-te o vulcão saciado
em erupção de prazer desmesurado.
"Vulcão saciado" - olha, uma metáfora! Parabéns (considering...)! Mas olhe que, na idade dele, um vulcão saciado leva o seu tempo a recuperar. E cheira-nos que o prazer dele foi tão, mas tão "desmesurado" que o homem foi tirar umas férias para a Martinica.

Contente com o belíssimo poema que lavrou, a Pérola decide terminá-lo com o seguinte verso singelo:
Cobiço-te . . . porque me apeteces !
Sabe o que se chama a isto? Redundância. Truismo. E anti-clímax, tout court. Então a querida alega que foi à Lua e voltou, colhendo todas as estrelas pelo caminho, e tudo o que lhe ocorre dizer no final é que ele lhe apetece? Olhe, a nós apetece-nos ir ali comer um gelado. E ir lá fora ver se chove.

Oiça uma coisa que lhe vamos dizer, sua amorosa poetisa wannabe: quem não tem unhas não toca viola. E quem mistura orgasmos, humidades, gemidos, prazeres, firmezas, suores e o diabo a quatro, tudo num único verso, está a pedi-las, não acha? O que nós lhe pedimos a si, sua jóia, é: give us a break. O firmamento dos poetas agradece.

Sempre vossos,
Dolce e Bichana

20 comentários:

  1. Sugiro uma visita http://rrriotdontdiet.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  2. LOL , POR FALAR EM BLOGGERS DE MODA VELHOTAS OLHA PARA ESTA FIGURA http://oblogdamia-ladymary.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. AHAHAHAHAH. Esta pérola precisa é de Viagra para dar ao homem ahahahah

    ResponderEliminar
  4. Dêem-me o contacto desta Pérola e eu terei todo o gosto em dar-lhe tudo o que ela cobiça.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ai gostas de velhotas, é? Chama-se a isso gerontofilia.

      Eliminar
    2. Por acaso nem é velhota e é um Traçalhão de mulher.

      Eliminar
  5. Respostas
    1. Foi pausa para engolir a humidade.

      Eliminar
    2. Anonimo delle 22:50,

      Come ha detto?... "Sic" è usato in una citazione letterale. In questo caso, la parola "sôfrega" è stata ortografata erroneamente. Questo è tutto! Non vi è qui alcun riferimento alla stazione televisiva, se è questo quello che volevi dire. :)

      Eliminar
  6. Boa noite...Que indelicadeza
    vcs ficarem falando da dona do
    blog. Perola...Porque não ler
    com o coração aberto para novas
    emoções, ao invés de, detona-la
    desse jeito...Embora tenha apreciado
    a interpretação cômica...rsrsrs
    Abraços e cuidado ao falar de meus
    escritos, posso surpreende-lo com outro
    escrito...rsrsrs
    Abraços...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Simone,
      Abbiamo fatto una scortesia. Lei ha ragione. Questo blog non è molto cortese, purtroppo. La satira può ferire. Noi speriamo che le vittime sappiano capire che è tutto da giocare...
      Ma in contrasto con noi, Simone è stato così gentile a mostrare il suo volto e il nome.
      Un abbraccio anche per voi

      Eliminar
    2. .


      Eri molto elegante con Simone
      Quindi non voglio criticare le
      vostre critiche.

      Un abbraccio e buona fortuna.

      silvioafonso


      *******************


      Você foi muito elegante
      com a Simone e isso tirou
      de mim a crítica que eu
      faria da sua.

      Um abraço e boa sorte.

      silvioafonso





      .

      Eliminar
    3. Sono tornato a dire che sono stato felice
      e si sono divertiti, tuttavia, come
      provocare i miei lettori o quelli
      che sono qui per aserem causato.
      Ho sempre tornare ... aspetta ... un abbraccio!

      Eliminar
    4. Ed è tornato.
      Ora voglio vedere.

      Baci a tutti.



      .

      Eliminar
  7. Pois, quem não tem unhas não toca viola
    Gosto de alterar os ditados populares
    E esta estava mesmo a pedi-las

    ResponderEliminar
  8. Fui ver o blog da senhora e ela acabou de postar um texto que diz tudo... Chama-se "Erotismo na praia..." :)))))))) Acho que se trata de um caso obsessivo, eheheh

    ResponderEliminar
  9. Oh meu Deus.... como é que eu deixei passar este blog em branco até hoje?? Genial.

    pippacoco.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. O que a fome faz às pessoas. Uns comem à tripa forra outros(as) escrevem poesia.

    ResponderEliminar
  11. Este comentário foi removido por um administrador do blogue.

    ResponderEliminar
  12. Aqui você encontrará poesia erótica: http://blogvinnicorrea.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar

Convidamos os nossos estimados leitores a exprimirem livremente as suas opiniões, nos limites porém da elegância e do decoro. Lembrem-se de que o insulto vil e raso está ao alcance de todos, mas a crítica espirituosa é prerrogativa apenas dos mais dotados de células cinzentas.

Reservamos também - e sobretudo - aos visados nestes 'posts' humorísticos (ou respetivas "personas" virtuais, pois que apenas essas são aqui objeto de sátira) o direito de resposta. Venham daí contra-farpas, que bem merecemos.

E brinquemos todos, saudavelmente, pois o riso dá longevidade, seus queridos!

Sempre vossos,
Dolce e Bichana